A Viagem (filme)


Ficha Técnica
Título original: Cloud Atlas
Elenco: Tom Hanks, Halle Berry, Hugh Grant, Jim Broadbent 
Direção: Lana Wachowski, Andy Wachowski e Tom Tykwer
Gênero: Ficção científica
Estréia: 11 de Janeiro de 2013
Baseado na obra de David Mitchell
Duração: 171 minutos (2h e 51 minutos)
Indústria cinematográfica: Warner Bros.
Classificação: 4/5


Estava com uma expectativa enorme para assistir ao filme, apesar de não ser "entitulada espírita". Ao ver o trailer pela primeira vez achei tudo muito confuso e este continuou sendo o meu pensamento durante uma boa parte do filme... Até que entendi. São seis estórias que se interligam de jeitos diferentes, mas vou tentar não falar muito pra não acabar fazendo um spoiler aqui. O filme é uma mistura de vários temas diferentes: drama, comédia, aventura, ficção ciêntífica, romance, etc. O longa deixa a desejar apenas em algumas cenas, que realmente são de péssima qualidade, quanto aos seus efeitos especiais, podendo ser assim observadas principalmente durante algumas montagens. Creio que, devido aos fatos apontados, o mesmo será odiado por muitos. Observei, inclusive, que algumas pessoas chegaram até mesmo a deixar a sala de cinema em que eu estava, logo no começo do filme e, devido a isto, acredito que também que provavelmente será julgado "ruim" por muitos críticos, principalmente pelo filme ser do tipo de fazer com que o espectador tenha de pensar e imaginar o porque dos acontecimentos e não entrega todos os "porquês" de bandeja, além de usar muitas frases clichês e por possuir cenas bastantes previsíveis. 
O filme foi acrescentado na minha lista de favoritos e penso que seja o primeiro do ano de 2013, gostei bastante principalmente do enredo e por vezes me fez lembrar muito tanto o filme "O fabuloso destino de Amélie Poulain", pela doce simpatia da robô-garçonete Sonmi e de pensar sempre em ajudar as pessoas e melhorar o mundo (assim como Amélie) quanto "Kill Bill", devido as montagens que, como já falei, são de péssima qualidade, quase sendo comparados ao de uma sátira, assim como algumas cenas de mortes na obra de Tarantino.
Acho que os filmes entram em nossa "top list" por possuírem algo que nos prende além do tempo de duração, mas faz com que recordemos deles por vários momentos em nossas vidas, por se tornarem especiais, um toque marcante e característico e penso que essa seja a característica perfeita. Brilhante e inesquecível. 

Comentários

Eu vi esse filmes e simplesmente fiquei encantanda!
Adorei o seu texto!
Bjs


Andreia Marques
http://contoseuconto.blogspot.com.br/
Anna F disse…
Olá Andreia,
Realmente, é um filme muito bom!
Muitíssimo obrigada! *-* bj

Postagens mais visitadas