Bonequinha de Luxo (filme)




Ficha Técnica
Título original: Breakfeast at Tiffany's 
Elenco: Audrey Hepburn, George Peppard, Patricia Neal, Buddy Ebsen
Direção: Blake Edwards
Estréia: 5 de Outubro de 1961
Baseado na obra de Truman Capote
Duração: 115 minutos (1h e 55 minutos)
Indústria Cinematográfica: Paramount Pictures
Classificação: 3/5




Audrey Hepburn realmente é uma mulher muito bonita e foi perfeita para o papel. Estava com uma expectativa muito grande quando comecei a assistir ao filme, até porque recebeu cinco indicações ao Oscar (apesar de ter ganhado realmente apenas duas). O que mais me chamou a atenção enquanto assistia era o jeito da personagem. Sempre muito bem vestida, cheia de jóias e com uma elegância de se inspirar - e foi por este motivo que o longa fez tanto sucesso na época: ele mudou a moda feminina. O título original se traduz por "Café da manhã na Tiffany's", que por sua vez é uma joalheria (Tiffany & Co.) com a sua matriz localizada em Manhattan - New York. 


Comparação entre a moda de antes e depois de Bonequinha de Luxo.



Ingrid Bergman em Casablanca (1942)
Marylin Monroe no filme Niagara - Torrentes de paixão (1953)

Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo (1961)
Claudia Cardinale em A pantera cor-de-rosa (1963)
Acima, a nomeada "bonequinha de luxo" na cena que deu origem ao título original, onde degusta de um croissant em frente a Tiffany - a sua loja dos sonhos, um lugar que, para ela, é especial: que a faz se sentir bem. De início, pensei que fosse bastante difícil escrever uma crítica para este filme, porque normalmente quando sou contra a opinião da maioria, me sinto até constrangida. Mas então, mais uma vez, me surpreendo. Porque percebi que este é muito mais do que a história de uma mulher que gosta do luxo. A Holly é uma mulher que também sente medo, mas ela sabe conviver com os seus medos sem demonstrar. Ela é uma mulher normal, que se veste como as pessoas normais se vestem em casa, não como as personagens das novelas "globais"... Apenas gosta de exagerar um pouco na hora de sair. Outra cena que me encantou muito foi quando ela está na soleira da janela tocando violão. Hepburn soube interpretar uma mulher que apesar de ter bastante classe, é uma prostituta, dando a ideia, portanto, que qualquer mulher que deseja, pode ser como ela:  demonstrar educação, fineza, um "padrão princesa" de elegância, que antigamente eram princípios muito valorizados cobrados das mulheres de agirem de tal forma, mas que em dias atuais não possuem mais o mesmo valor. Que sabe ser fria, que não demonstra seus sentimentos, o que dá poder a mesma... Mas que apesar disto, não deixa de sentir. 
Por conta disso, acredito que o que mais fez com que esse filme se tornasse um Clássico, talvez, tenha sido a repercussão que gerou na sociedade em si, da época em que foi lançado, como já destacado alguns exemplos. Talvez a expressão "tapa de luva de pelíca" tenha saído, inclusive, daí. É possível notar, em filmes como este, a importância da arte para o mundo... E deixo aqui aquele velho questionamento: seria "a arte imita a vida ou a vida imita a arte"?

INÍCIO DOS SPOILERS

A cena final do beijo de Holly com o seu "Fred" é uma daquelas que levamos pro resto da vida, acredito. Porque este sim, para mim, foi o beijo da chuva mais marcante da história, acredito até que seja o motivo de tantos casais terem este desejo. É o fato do filme ser totalmente o oposto do que você pensaria que fosse, que o torna mágico. De você poder notar que nem tudo é perfeito, que nada dura para sempre, que às vezes a vida não ajuda nem apóia muito as nossas escolhas. E que por mais que ela tente atrapalhar, algumas vezes, as coisas acabam dando certo. Até mesmo um beijo na chuva.

FIM DOS SPOILERS

Comentários

Luísa Becker disse…
Eu tenho o filme, e posso dizer que achei-o uma loucura completa, mas amei a Audrey, amo-a demais *-*
Acho ela uma mulher maravilhosa, claro, uma bonequinha mesmo...hehehe
Gostei mais de Bonequinha de Luxo do que de Casablanca, quando a Marilyn, acredita que nunca assisti um filme dela? Eu sempre quis, mas nunca parei pra alugar hehehe.
Beijos!
http://minhametadeleitura.blogspot.com.br
Anna F disse…
A Audrey é espetacular mesmo, acho que foi perfeita para o papel e espero um dia ainda tomar um café na Tiffany! kk *-* Bom, são muitos clássicos para se ver de uma vez só, eu que o diga haha Acredita que nunca vi Casablanca? eu morro de vontade, mas são muitos filmes mesmo para assistir. Quanto a Marilyn, o filme que mais gosto é Quanto mais quente melhor, muito engraçado! haha Passa de vez em quando na Sky e penso que vá gostar, ela é realmente muito boa k beijoos
Daiana Maciel disse…
Não acredito! Em março uma amiga me falou desse filme e de início eu nem prestei atenção, só lembrava do nome. rsrs Semana passada fui fazer compras e qua-se comprei ele porque um outra amiga resolveu mostrá-lo para mim. Só que nesse dia eu resolvi só comprar livros. Aí hoje eu descubro que você também já falou sobre ele aqui no "Filmmaker" Anna...
Eu tenho que assistir! Estou sendo perseguida por esse filme hahaha

Beijos
Anna F disse…
kkkkk Sim Dai, é um filme maravilhoso, você tem de assistir mesmo! haha *-* Espero que veja e goste, depois venha me dizer o que achou, ok?! beijos (:

Postagens mais visitadas